Cruzeiros: tudo o que você precisa saber antes de embarcar

por | jun 30, 2016 | Receitas

Uma verdadeira cidade flutuante e muito luxuosa sobre o mar. Aventurar-se em águas com paisagens incomparáveis, conhecer diferentes lugares e ainda aproveitar todo o luxo das embarcações são algumas das coisas que fazem dos cruzeiros um dos segmentos de viagens que mais crescem.

Leia também:

Veja o roteiro de viagem de 4 dias pelos principais pontos de Paris

Já pensou em se hospedar gastando pouco em um albergue (ou hostel)?

Visto para viajar aos EUA é obrigatório; veja como tirar o seu

Ao escolher um cruzeiro para as férias, no entanto, podem surgir dúvidas a respeito da documentação exigida, bagagem, alimentação e outros itens. O presidente da empresa Agaxtur Turismo, Aldo Leone Filho, esclarece as principais questões.

Como escolher o cruzeiro

Primeiro procure um agente de viagens. Afinal, ele é um especialista e poderá mostrar ao viajante quais são as melhores opções de acordo com as expectativas e orçamento da família. Atualmente a oferta de cruzeiros é extremamente grande no Brasil e no exterior.

O que levar

Ao contrario das viagens de avião, nos navios não há limite de bagagem. A Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Abremar), no entanto, sugere levar dois volumes de malas por passageiro, cada um deles com no máximo 20 kg. Para o dia a dia dentro do navio, aposte em vestimentas informais (bermudas, camisetas, vestidos, sandálias, chinelos). Já para as excursões em terra firme, o melhor é ter roupas confortáveis, escolhidas de acordo com o clima das paradas. Vale verificar com a companhia quais são os trajes exigidos nos jantares de cada roteiro.

No embarque, leve em sua bagagem de mão uma troca de roupa. Devido ao grande volume de passageiros, algumas malas podem demorar a chegar à cabine. Além das roupas, não se esqueça de colocar na mala protetor solar e máquina fotográfica. A vista do deck garante ótimas fotos.

Vale lembrar também que é proibido levar a bordo itens que emitam calor (como ferros de passar, velas, incensos), armas, drogas, alimentos, bebidas ou objetos pontiagudos (facas e tesouras).

Gastos no navio

O preço dos cruzeiros inclui, geralmente, a acomodação na cabine, algumas refeições e atividades recreativas como espetáculos, festas e o uso de todas as instalações (piscina, biblioteca, academia). Bebidas, excursões opcionais em terra, jogos no cassino, serviços de lavanderia, SPA, cabeleireiro e fotos do fotógrafo oficial são alguns dos itens que não costumam estar inclusos. Já nos cruzeiros all inclusive, bebidas alcoólicas e não alcoólicas estão inclusas no valor e podem ser consumidas à vontade.

Documentação

Assim como nas viagens de avião, em viagens nacionais é preciso levar apenas um documento de identidade, como o RG ou a carteira de motorista. Já nas viagens internacionais, é imprescindível o passaporte com no mínimo seis meses de validade. Dependendo do destino pode ser necessário também visto de entrada no país.

Atrações

Cada companhia tem a sua oferta de atrações. Alguns possuem espaços temáticos e restaurantes, que é preciso desembolsar um valor específico para poder usar. O MSC Fantasia, por exemplo, conta com cinco piscinas, sendo uma de teto retrátil, 12 jacuzzis, solarium, spa, teatro para 1,5 mil pessoas, cinco opções de restaurantes, 20 bares, louges, discotecas, joalherias, quadra poliesportiva, cinema 4D, pista de jogging e, inclusive, um simulador de Fórmula 1.

Embarque e desembarque

O embarque do navio começa aproximadamente quatro horas antes da partida. É importante verificar com antecedência a melhor maneira de chegar ao porto de partida, seja pelo transfer oferecido pelas companhias ou privativo.

Todas as malas são etiquetadas antes de entrar no navio e depois são entregues diretamente na cabine.

O desembarque é como um check out de hotel. Após pagar as despesas computadas no cartão magnético da cabine, o “cruzeirista” deve etiquetar as bagagens para retirar após o desembarque. Para evitar transtornos para pagar as despesas, indica-se que o pagamento seja feito com antecedência, afinal, alguns navios comportam mais de 4 mil hospedes. No caso de cruzeiros internacionais, todos os passageiros precisam preencher a Declaração de Bagagem Acompanhada. Se houver algum produto a declarar, é preciso se apresentar à Receita Federal no desembarque.

Enjoos

Cada organismo reage de uma maneira durante um cruzeiro. Em caso de enjoos, a melhor opção é procurar a enfermaria do navio para constatar exatamente qual é  o motivo dos sintomas.