null: nullpx
Bebidas Delicioso

Fim da ressaca? Cientistas descobriram como deixar cerveja sem álcool idêntica à original

Um grupo de cientistas afirmou recentemente que resolveu definitivamente esse problema
Publicado 7 Abr 2022 – 03:38 PM EDT | Atualizado 7 Abr 2022 – 03:38 PM EDT
Reações
Compartilhar
. Crédito: semenovp/Getty Images/iStockphoto

Quem admira uma boa cerveja e já experimentou a versão sem álcool da bebida sabe que a diferença de sabor entre as duas é bem óbvia. Mas um grupo de cientistas afirmou recentemente que resolveu definitivamente esse problema.

Em um estudo publicado na revista científica Nature Biotechnology no dia 18 de janeiro de 2022, pesquisadores da Universidade de Copenhague, na Dinamarca, anunciaram ter descoberto uma fórmula para deixar cerveja sem álcool idêntica à original. Seria o fim da ressaca!

Cerveja sem álcool com o sabor da bebida normal

De acordo com os cientistas, a criação da cerveja sem álcool com o mesmo sabor da bebida normal foi possível graças a um grupo de moléculas chamadas monoterpenóides.


“Quando você remove o álcool da cerveja, você também elimina o aroma que vem do lúpulo”, explicou em comunicado oficial Sotirios Kampranis, professor da Universidade de Copenhague e um dos pesquisadores. O lúpulo, que é uma planta, é um dos principais ingredientes da cerveja.

Ainda segundo o cientista, outros métodos para fazer cerveja sem álcool, minimizando a fermentação, também levam a um aroma ruim porque o álcool é necessário para que o lúpulo passe seu sabor único para a bebida.

Para resolver esse problema, os pesquisadores decidiram adicionar ao processo de fabricação da cerveja sem álcool as moléculas monoterpenóides, capazes de fornecer o aroma do lúpulo à bebida.

Segundo Kampranis, a descoberta não é apenas “um divisor de águas” na produção de cerveja sem álcool. O novo método de fabricação ainda é considerado sustentável, já que consome 10 mil vezes menos água e mais de 100 vezes menos CO2 do que os processos tradicionais de produção.


Reações
Compartilhar

Mais conteúdo de interesse