Festinha saudável

por | jun 30, 2016 | Receitas

Seguir uma dieta equilibrada o ano todo não é nada fácil. Principalmente quando a vida social é intensa e os convites para festinhas não param de chegar. Sabia que em uma reuniãozinha inocente você pode ingerir umas duas mil calorias? Não, você não viu errado: é esse mesmo o resultado de quatro horinhas de folia gastronômica. E o pior: você vai comendo, comendo e nem se dá conta do estrago no fim do dia.

Um conceito tem se ampliado nos últimos tempos: a festa saudável. Não é necessário abrir mão dos quitutes e, muito menos, do prazer de estar com os amigos para não cair em tentação. “A preocupação com a saúde tem sido cada vez mais frequente, principalmente pelo fato de ter aumentado o número de crianças acima do peso ou com obesidade”, constata Lilian Ruas, proprietária do buffet Tribo da Festa.

E não é para menos. Para fazer parte de uma dieta balanceada a quantidade ideal de doces seria uma porção de cerca de 50 gramas ao dia. Criança, sabe como é, passa disso fácil, fácil. Adulto, então, nem se fala! Um inocente e sedutor brigadeiro faz ingerir cem calorias de uma só vez. Não vamos esquecer da fatia de bolo. Recheada, tem mais de 500 calorias. Com cobertura é melhor nem comentar.

Sem frituras

O diferencial é um cardápio pouco engordativo. Já que não é possível deixar de lado os docinhos e o bolo, por que não abrir mão, por exemplo, das frituras? Dá resultado. “Dependendo do que é oferecido pode-se ingerir uma média de 500 calorias por festa, optando por sanduíches leves, canapés assados, azeitonas, pepino”, explica a nutricionista Mariana Escobar. Opa! Já é a quarta parte da estimativa lá do início.

CONFIRA ESSAS 2 RECEITAS:

1. Quiche de requeijão com espinafre

2. Sanduíche natural

E nem pense que a listinha das delícias é restrita. Há uma infinidade de produtos que deixam sua reunião bem light e, nem por isso, menos saborosa. “O conceito saudável não se reflete a produtos totalmente naturais, mas com pouca gordura. Por exemplo, os salgados como enroladinho de salsicha ou de presunto e queijo são assados”, observa Lilian.

Cuidado com a gordura

O fato de substituir os salgados fritos pelos feitos no forno pode fazer com que a pessoa esqueça que eles também devem ser consumidos com moderação. E aí vira um problema. “Os salgados assados merecem nossa atenção, pois, muitas vezes, é colocada muito mais gordura para que o produto não fique seco”, adverte Mariana Escobar. Existem outros vilões. “Salgados com massa podre e folheados podem conter até 60% de gordura em sua composição. Todo folheado tem muita gordura, principalmente saturada e trans”, alerta a especialista.

Por isso, Rosemary Obara e Simone Henmi, sócias do Buffet Miniland, apostam nos lanchinhos naturais e caldinhos. “Há sanduichinhos com pão integral, queijo branco, chester, tomate cereja e agrião. Outro sucesso é feito com pão integral recheado com creme de cenoura e creme de alface. Os caldos podem ser de feijão ou de mandioquinha e agradam aos adultos e crianças, incluindo os menores que ainda não se alimentam de sólidos”, contam.

Patês e molhos à base de creme de leite ou maionese devem ser esquecidos por aqueles que desejam um cardápio mais saudável. De acordo com a nutricionista há, na composição, excesso de gordura saturada. “Uma boa opção é utilizar iogurte desnatado na base dos molhos e patês”, ensina.