15 dicas para fritar o bife perfeito

por | jun 30, 2016 | Receitas

Este guia reúne todos os truques para obter um filé bovino perfeitamente grelhado, ao ponto e muito suculento. Confira:

Leia também:

25 truques básicos que todo cozinheiro novato precisa conhecer

22 regras essenciais para congelar e descongelar comida corretamente

9 coisas que nunca devem ir ao micro-ondas, mas que você já deve ter levado

É importante ter uma boa frigideira de fundo grosso, pois elas aquecem bastante e distribuem bem o calor.

Crédito: Thinkstock

Para obter um bife suculento, escolha um corte com pelo menos 1,5 cm de espessura e amacie usando um martelo de bater bife ou deixando de molho em suco de laranja ou limão.

Crédito: Thinkstock

O bife deve estar em temperatura ambiente quando for levado à frigideira.

Crédito: Thinkstock

O segredo é aquecer bem a panela antes de começar o processo. Ao colocar a palma da mão sobre a superfície (sem encostar, obviamente), você não deve conseguir mantê-la lá devido ao calor. Neste ponto, adicione um fio de azeite ou óleo à frigideira.

Crédito: Thinkstock

Coloque o bife na frigideira ainda com o fogo alto. Deixe selar por 1 minuto, vire e sele do outro lado pelo mesmo período. Feito isso, abaixe o fogo e deixe cozinhar. O processo de selagem evita que o bife perca seu suco.

Crédito: Thinkstock

Para temperar os bifes, não coloque o sal muito antes do cozimento, pois ele chupa o líquido dos alimentos, e sua carne poderá ficar seca e dura. Tempere com sal e pimenta-do-reino logo antes de levar o bife à frigideira. Se possível, sele antes os dois lados do bife antes de salgar.

Crédito: Thinkstock

Coloque no máximo duas peças por vez na frigideira. Sele um dos lados por 1 minuto e meio, vire e sele o outro lado pelo mesmo período. Isso fará com que uma crosta se forme na superfície da carne, impedindo que ela perca muito suco e mantendo o bife suculento.

Crédito: Thinkstock

Não tampe a frigideira. Isso fará com que a carne cozinhe ao invés de fritar.

Crédito: Thinkstock

Para saber o ponto da carne, vá apertando seu centro conforme ela cozinha: ele deve estar macio. Para ter uma ideia mais próxima, junte seu dedo polegar ao indicador e, com o outro dedo indicador, aperte levemente a parte mais gordinha da palma (base do polegar): essa é a textura da carne malpassada. Junte o polegar ao mindinho e aperte novamente: essa é a carne bem-passada. Junte o polegar ao dedo médio ou anelar: assim é a carne ao ponto.

Crédito: Reprodução

A carne ao ponto tem uma cor uniformemente rosada por dentro. Se estiver malpassada, ela será rosada com o centro vermelho. Se estiver bem-passada, estará branca.

Crédito: Thinkstock

Não vire a carne com um garfo, pois isso causará perda de líquido. Invista em uma pinça ou improvise com pegador de macarrão.

Crédito: Thinkstock

Para dar mais sabor ao bife, você pode adicionar uma colher de manteiga sobre cada um enquanto ainda estiverem fritando. Outra possibilidade é adicionar manteiga à frigideira onde a carne foi grelhada e usar esse molho para regar os bifes na hora de servir.

Crédito: Thinkstock

Depois de fritar a carne, deixa ela descansando em um prato por cerca de 2 minutos antes de servir.

Crédito: Thinkstock

Peça para o açougueiro tirar toda a pele e nervos do bife, mas deixar a gordura. Ela não deve ser ingerida, mas ajuda a dar sabor e maciez à carne. Dispense-a na hora de comer.

Crédito: Thinkstock

Os melhores cortes para fazer bifes são filé mignon, contrafilé e alcatra.

Crédito: Thinkstock